quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Amor à Verdade




O CÃO BÓRIS
Joãozinho mora com sua mãe e seus irmãos num bairro distante da cidade. Sua mãe, todos os dias, bem cedinho, sai para o serviço, recomendando-lhe cuidado com a casa, com dois irmãos menores, Maria e Francisco e com o cachorro da casa, o Boris, dando-lhe água e comida.
João e seus irmãos adoram Boris, adora brincar com ele, levá-lo para passear, dar carinho a ele. A brincadeira que eles mais gostam é de jogar a bolinha. João e seus irmãos ficam horas brincando com Boris de jogar a bolinha.
Dona Alice, mãe de João, é doméstica e, trabalha em uma casa de pessoas bondosas que quase diariamente a presenteiam com um punhado de docinhos e salgadinhos, que ela satisfeita leva para casa. Acontece que o alimento, que deveria completar a refeição da família, vem sumindo misteriosamente. 
Certo dia, Dona Alice leva um bolo delicioso que a sua patroa a presenteou, e mais pãezinhos e leite. Deixa o bolo na cozinha, e avisa ao João e aos seus irmãos:
___Queridos vamos comer esse bolo amanhã de manhã. Hoje vamos comer os pãezinhos e tomar o leite e vamos dormir.
E todos comem os pãezinhos e vão dormir. João vai dormir, e Boris vai deitar em sua caminha improvisada na cozinha, uma caixa de papelão com um paninho por cima. Boris adora essa caminha. Ele se sente quentinho e só dorme ali. 
Só que João não consegue dormir. Fica pensando no bolo, fresquinho, macio, e ainda por cima de chocolate... humm, Joãozinho adora bolo de chocolate. Então, João pensa “não vai fazer diferença nenhuma eu pegar um pedacinho né?” Então, Joãozinho salta da cama e vai em direção da cozinha. Corta um pedaço do bolo e come.... hummm tão gostoso. Ele pensa “não vai fazer diferença eu comer outro pedaço né?” E João come outro pedaço e outro até que somente sobrasse as migalhas do bolo. Pela manhã, a mãe de Joãozinho vai acordá-lo para escola, e percebe que a cama dele está cheia de migalhas de bolo. Ela pensa “Joãozinho não agüentou e comeu um pedaço do bolo de noite. Tudo bem comemos o restante agora”. Acorda o menino e manda-o tomar banho. O menino vai para o banheiro e a mãe vai para cozinha. Só que quando Dona Alice chega a cozinha encontra somente as migalhas do bolo. Dona Alice espera João chegar na cozinha já com seu uniforme da escola e, preocupada, pergunta ao filho:
___ João, o que anda acontecendo com a comida que tenho trazido? Cadê o bolo que trouxe ontem?
___ O Bolo? É o bolo...humm foi o Boris mamãe, o Boris que anda comendo tudo!!! Foi ele quem comeu o bolo!! Respondeu o menino apressado. Escondendo que ele mesmo é que havia comido todo o bolo.
A mãe, muito triste vai trabalhar e à noite quando chega em casa chama João e diz:
___ João, meu filho, vamos conversar. Temos que arrumar outros donos para o Boris, pois ele está comendo todos os alimentos, que deveriam complementar nossas refeições.


*****
Perguntar aos evangelizandos:
1.    Qual a profissão da mãe?
2.    Como ela conseguia os alimentos para levar para casa?
3.    É certo o que Joãozinho fez ao dar a culpa no cachorrinho Boris por ter comido o bolo?
4.    Vocês acham que Joãozinho deve deixar que mãe dê o cachorro Boris para encobrir a sua mentira?
5.    O que vocês fariam se tivessem comido o bolo?

Fazer as crianças pintarem o cão Boris.

Postado por Lu Beheraborde

Honrar Pai e Mãe

OBJETIVO:


Levar o evangelizando a compreender a importância dos pais ou daqueles que tem responsabilidades sobre eles. Que devem amá-los respeitá-los e ter gratidão para com eles durante toda a vida, cumprindo o mandamento cristão do amor ao próximo.

Incentivação:

Descobrir o tema da aula - A Flor Dorminhoca
Escrever no miolo da flor:

”Honrar pai e mãe”. 

Colocá-la numa vasilha com água. 



Perguntar se elas sabem o que significa exatamente a palavra  “HONRAR”.


DESENVOLVIMENTO:

Que é honrar?

 É respeitar, amar, obedecer às orientações daqueles que tomaram perante o Alto, a responsabilidade do encaminhamento de um Espírito, adotando-o na condição de filho.

Deus colocou, entre Suas leis, essa que lembra ao filho o dever de gratidão para com aqueles que o receberam na Terra, deram-lhe um corpo, cuidaram da sua saúde, alimentaram-no, educaram-no, e o encaminharam no mundo, até que tivesse condições de dirigir a própria vida.

Lembra o Mandamento que, mais tarde, os filhos devem amparar os pais – ainda que sejam adotivos , servindo-os na velhice, pois estes muito trabalharam, sofreram e se dedicaram, anos a fio, para torná-los felizes e fazê-los progredir. Honrar pai e mãe é, assim, expressar gratidão, demonstrar amor filial. É, enfim, também cumprir o mandamento cristão do amor ao próximo.

HONRAR PAI E MÃE É:

AMÁ-LOS
RESPEITÁ-LOS
CUIDAR DELES COM MUITO AMOR E CARINHO E AGRADECER ETERNAMENTE O QUE ELES FIZERAM POR NÓS
É AJUDÁ-LOS NAS HORAS MAIS DIFÍCEIS.
É AGRADECER PELOS DIAS EM QUE NÓS PRECISAMOS DELES.

Observação:

Comentar que tem vários tipos de família e que umas são compostas por pai, mãe e filhos, outras de avós e filhos e tios, outras de irmãos, outras de pais com filhos adotivos.

E que devemos amar a todos e tratá-los com respeito, pois são eles responsáveis pelo pela educação. Família é quem cuida de você.Os pais tem um valor muito grande perante DEUS pois eles nos permitiram de nascer.

A Tirinha que emocionou o mundo

http://youtu.be/YfR779f7r8w

Os Mandamentos do Lar

http://youtu.be/29draZPNZEY

by: Alice Lirio

SUGESTÕES PARA PASSAR O TEMPO DE ESPERA ATÉ O INÍCIO DA AULA

Enquanto as crianças aguardam o início da aula existe um tempo de espera que poderá ser utilizado com algumas das sugestões a seguir.

Consideramos que estas sugestões atendem a classes de 30 a 40 alunos, por um tempo de 20 a 30 minutos. Para classes com alunos acima deste número o evangelizador deverá adaptar-se às condições físicas, espaço, tempo e trabalhadores. De qualquer forma encontrar a melhor maneira de aproveitar a oportunidade de estar com as crianças, uma vez por semana, para mostrar-lhes o caminho do bem e do Evangelho com atividades que incentivem a paz e a união dentro do que for possível desenvolver.

• Usar e abusar da música como elemento de entrosamento entre as crianças, como reforço para alguma que já tenha sido ensinada e para diversão. Aproveitar para colocar músicas que evangelizam e transmitem uma lição de moral, deixando de lado aquelas populares que se ouvem durante a semana toda pelos meios de comunicação.

• Fazer brincadeiras como, por exemplo: trenzinho, roda, escravos de jó, lenço atrás, caça ao tesouro, estátua, pular amarelinha, morto ou vivo...

• Fazer ginástica como incentivo aos cuidados com o corpo.
Corrida de saci – pular numa perna só.
Empurrar a parede – (alongamento) com as duas mãos na parede, uma das pernas flexionadas, à frente, e a outra estendida para trás, com os pés bem plantados no chão. Empurrar a parede, flexionando os braços e alongando a perna. Repetir por três vezes e trocar a perna flexionada.
Polichinelo – saltar, abrindo as pernas e, ao mesmo tempo, abrindo e levantando os braços, batendo palmas sobre a cabeça.
Tocar os pés - com as pernas estendidas, tocar a ponta dos pés, sem dobrar os joelhos (pode ser em pé ou sentado no chão).
Rola-rola – deitadas no chão, com certa distância entre cada uma, rolarem para a direita ou para a esquerda, conforme ordem dada pelo evangelizador, de maneira suave.
Serra-serra – sentadas em duplas, uma criança de frente para a outra, de mãos dadas e as plantas dos pés apoiando-se, uma de cada vez puxa a outra para si, alternando o movimento, sem se soltar.

• Pedir para as crianças, sentadas em círculo no chão, “umas” de cada vez, contarem uma história.

• Deixar disponível uma caixa com blocos de montar. Após o uso, incentivá-las a guardar novamente os blocos na caixa.

• Deixar papel, lápis de cor e giz de cera para que desenhem livremente.

Após este tempo, que com certeza será sempre agitado e barulhento, promover uma mudança no ambiente. Por exemplo: escurecer a sala, fechar a janela, sentar no chão, colocar música ambiente, cantar música suave e e através de palavras de calma, ir preparando as crianças para a prece.

EVANGELIZADOR: SUCESSO E PACIÊNCIA!
VOCÊ VAI PRECISAR!